20 fevereiro 2012

Glamour underground marca o estilo de K. Aadnevik.





















Quando fui convidada para assistir ao desfile de Kristian Aadnevik nunca havia ouvido falar no nome dele. O convite chegou numa tarde diretamente no apartamento o qual estou hospedada aqui em Londres, imaginei que fosse uma dos desfiles da London Fashion Week, o qual estou cadastrada, mas não, Kristian é dramático demais para ser parte de algo tão... digamos, comum.
Fui ao website do estilista e fiquei encantada! A última coleção do Norueguês era nada mais e nada menos  do que um espetáculo de moda. Seu estilo combina um grande conhecimento em alta-costura com o drama teatral. Suas peças parecem figurinos saídos de um filme sobre vampiros no século XV, têm uma sensualidade gótica e romântica, recheadas de drapeados que dão volume, mas em tecidos fluidos e com caimento.
O convite preto me levou à esse palácio situado na zona central de Londres (entre Picadilly e Buckinghan Palace), o Athenaeum Club, um prédio antigo do século XVIII, com o estilo perfeito para a dramaturgia de Kristian.
O evento aconteceu às 21hs, com coquetel de recepção nos salões do térreo e depois subimos para a livraria, no segundo andar, onde aconteceu o desfile.











































O glamour se encontra com o underground no fashion show do estilista, no qual sofisticados casacos são combinados com calças pretas com tachinhas aplicadas. O cinto preto de couro também com tachas marcam as cinturas dos vestidos de festa e cobre o romance com ares de fetichismo.
Aplicação de fitas douradas sobre o preto e o vermelho empregam drama aos vestidos extremamente drapeados e volumosos.
Tendência certa para a próxima estação, a saia assimétrica (mais curtas na frente) foi ponto marcado na coleção.
Gente, não tem como explicar à vocês o quanto as peças são glamourozas, mas eu posso dizer que esse desfile foi mais que um show, foi um espetáculo!













Nenhum comentário:

Postar um comentário