12 maio 2012

Editora da Vogue faz campanha para H&M e mostra seu guarda-roupa em vídeo.

Anna Dello Russo, editora chefe da Vogue japonesa, está sempre aprontando alguma coisa no mundo da moda. Diferente das editoras de outras localidades, que geralmente tem estilo marcado pela elegância, Anna tem estilo marcado pela extravagância. Suas roupas nunca se repetem, seus acessórios são sempre um exagero, e seu comportamento é sempre o de quem está num fashion show.

A rede de fast fashion H&M a convidou, então, para ser o próximo ícone de moda a assinar uma coleção de suas lojas, e em vídeo de divulgação, a editora chefe abre as portas de sua casa e do seu closet e mostra como é a realidade dessa fashion victim (vítima da moda).  Entre algumas frases importantes que ela fala nesse vídeo, eu destaco duas:

"Moda é a minha verdadeira linguagem, 
eu consigo falar coisas mais interessantes 
através de roupas do que de palavras."


"Essa é a minha missão, a guardiã da moda."


Abaixo do vídeo fiz toda a tradução para aqueles que não entendem a língua inglesa. Divirtam-se.




Eu sou Anna Dello Russo, editora chefe da Vogue japonesa, eu sou completamente louca por moda.
Esse é o porquê talvez as pessoas pensem que eu sou um ícone fashion, é porque eu sou realmente uma vítima da moda.
Para mim a moda é uma semiótica, é como significar alguma coisa, você pode ler a moda como um observatório para o futuro.
Quando a H&M me convidou para fazer alguma coisa, eu disse, vamos falar sobre acessórios, porque o acessório para mim é o foco. Como você pode ver, em minha casa, eu os coleciono. Tudo aqui é precioso, tudo brilha.
Quando eu era criança, ficava me olhando no espelho e "oh, isso é maravilhoso".
O foco da coleção são "jóias" (bijuterias),  elas fazem um som... esse som, o blim blim, é um ótimo som, porque é terapêutico.
Esse é o meu apartamento, essa é a minha sala se estar, essas são as coisas das quais tiro minha inspiração.
Esse é o livro do qual tiro inspiração para as coleções, ele me inspira o tempo todo, porque me leva a uma outra realidade.
Esse é o meu mundo, esse é o lugar que eu cuido da moda. Moda é a minha verdadeira linguagem, eu consigo falar coisas mais interessantes através de roupas do que de palavras. Essa é a minha verdadeira linguagem, esse é o meu alfabeto.
Essa é a minha coleção de bijoux (ela mostra a gaveta aberta), essa é a minha coleção de bolsas de mão, minhas meias... tudo é organizado, é como uma biblioteca de moda, eu sou guardião da moda.
Se me dessem o Louvre, eu seria o guardião, tudo seria perfeito, nas melhores condições...
Essa é a minha missão, a guardiã da moda.



Nenhum comentário:

Postar um comentário