21 agosto 2012

Maxi Moda 2012: um résumé do evento.

Oi, meninas, 
para quem não pôde ir ao Maxi Moda que aconteceu na última sexta, dia 17, na sala 8 dos cinemas do Iguatemi Fortaleza, fica aqui uma amostrinha grátis. Mas, deixo logo a dica, se programa para ir no ano que vem, porque vale à pena.

O evento de marketing de moda criado pela Márcia Travessoni é uma oportunidade única de escutar a história da construção de marcas que são case de sucesso no Brasil e no mundo.
Personas queridas e famosas no mundo da moda como Constanza Pascolato, Oscar, da Osklen e Marcelo Bastos, da Farm, fazem palestras em clima de bate papo, falando sobre como as marcas foram construídas, como agiram nas dificuldades e dão alguns "caminhos das pedras"para quem  quer ter sua própria marca, ou, para quem quer entender sobre como a comunicação de moda funciona na realidade.


Neste ano tivemos grandes profissionais falando sobre temas super atuais. Um resuminho para quem não esteve lá:

Daniel Funis: responsável pelo e-commerce britânico chamado Farfetch (que vende também para o Brasil) o brasileiro falou sobre a importância do e-commerce no Brasil para divulgação das marcas fora de suas cidades natal.
Flávio Rocha: CEO da Riachuelo, falou que hoje a Guararapes, fábrica que produz alguns produtos da Riachuelo, hoje se dedica a abrir o leque de produtos para que o cliente tenha mais opções em cores e tamanhos, e contou como a parceria da marca com grandes estilistas divulgam e aumentam as vendas da empresa.
Rony Meisler: o fundador da Reserva, com papo de carioca e muitos palavrões, falou sobre a importância de investir em pessoas e em um ambiente de trabalho agradável. Disse que a sua marca vende a verdade, ou seja, roupas básicas para uma vida "normal".
Pedro Lourenço: filho dos estilistas Glória Coelho e Reinaldo Lourenço, o menino prodígio que assinou sua primeira coleção aos 12 anos, chegou à semana de moda de Paris com 19, e hoje faz parte do calendário oficial da cidade da luz. Pedro falou sobre o seu processo criativo, também disse que contou com um grupo de assessoria para chegar à semana de moda de Paris e que, assim como Rony, acredita que o investimento em pessoas é mais importante que o investimento em máquinas.
A frase que mais me marcou em todo o evento, foi dele:

"Eu não acredito na China".
Pedro Lourenço



Nem só as palestras são importantes, o encontro com pessoas do ramo é uma ótima forma de trocar experiências e de mostrar o seu rostinho lindo para pessoas que podem te contratar no futuro. Como dizem por aí, quem não é visto, não é lembrado.
Durante os coffeebraeks, o papo rola entre pães de queijos, docinhos... mas o number one foi esse cupcake, perfeito!!!

Todo mundo adora um brinde, né, babys? Vocês tem curiosidade de saber qual foi o brinde dos eventos? 
Esse ano a ecobag do Maxi Moda foi feita pela Cronic.  Dentro, o bloquinho e canetas do evento (sempre fofos), a necessaire bacanérrima da Jolie, régua curva do Senac, e o kit da Loco.



2 comentários: