25 fevereiro 2014

Tendências em destaque no inverno de Nova York



De 6 à 13 de fevereiro, aconteceu em Nova York, a semana de moda da cidade que nunca dorme. Chamada de Mercedes-Benz Fashion Week (por causa do patrocinador principal), o primeira semana  do calendário de moda trouxe coleções de outono/inverno 2014 em um clima sexy e extremamente black.

Há poucos meses, Suzy Menkes (uma das principais jornalistas de moda que escreve para o New York Times) fez um artigo falando sobre o Circo da Moda, e toda a "papagaiada"na qual se tornou o street style das fashion weeks. Ela comentava sobre os exageros de composições e cores, mas também relembrou uma época em que os fashionistas foram chamados de "corvos negros", pois durante os anos 90, as semanas de moda eram marcadas por um público perfeitamente vestido de preto. "'De quem será o funeral?'", os passantes se perguntavam.

“Nós já fomos chamados de corvos pretos – nós, fashionistas, reunidos em frente a um prédio abandonado vestidos no nosso uniforme Comme des Garçon ou Yohji Yamamoto. ‘De quem será esse funeral?’, os passantes cochicham, enquanto nós esperamos em fila para as apresentações descoladas e underground lá nos anos 1990”. Suzy Menkes, jornalista de moda do The New York Times.

Quem está olhando à distância a semana de moda de Nova York poderia dizer que os estilistas resolveram se vingar de Suzy, já que a grande maioria das coleções de inverno investiram em uma modelagem sóbria, cortes retos, tubinhos colados e muito, mas muito preto, numa volta total aos anos 90. Se for no estilo Femme Fatale, melhor ainda!

Embora seja interessante estar sempre por dentro de tudo o que está acontecendo no mundo da moda, para nós do país tropical, eu diria que não seria interessante se inspirar na estação triste e escura que cobriu grande parte dessas apresentações. Por isso, resolvi mostrar para vocês um pouco dds pontos de luz que brilharam em Nova York e que são bem mais interessantes como fonte de inspiração e como tendência para a nossa realidade.

Entre os looks pretos, adorei o soutien gatinho proposto pelo Zac Posen. Foi realmente uma proposta inovadora dentro dos desfiles e se encaixa perfeitamente dentro de uma onda 60's que têm invadido as últimas estações. Lembra do óculos gatinho? Ele continua em alta, e eu acho que essa modelagem de busto também ficou muito bacana.

Em muitas coleções, o preto aparece também no maior estilo Femme Fatale. Muita sensualidade, bem no clima dos anos 90.

Entre as cores fortes do inverno Nova Yorkino estão o rosa antigo, que é a minha principal aposta (sempre!!)
Outra cor que também se destacou nos desfiles foi o vermelho, inclusive, apareceu mais que o rosa antigo. Entretanto, é uma cor que vem tentando se firmar já há algumas coleções e por isso não seria a minha principal aposta. Mas as flores… nelas eu acredito. Floresceu em pleno inverno de Manhattan.
Outra padronagem que veio com tudo foi o grafismo. Dentro do desfile da Diane Von Furstenberg foi a estrela. Aliás, esse foi um dos desfiles que eu mais gostei.
Se não for de Femme Fatale, vá de esportista. Cortes retos, listras e muito branco marcam o espírito esportivo da temporada. Para quem quer ficar mais leve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário