15 julho 2014

Tatuagens delicadas enfeitam o corpo feminino

Tudo começou com as cicatrizes dos homens das cavernas, marcas no corpo davam ao seu dono o título de corajoso, guerreiro, e podiam colocá-lo num patamar bem interesse em seu grupo social. Por isso a tatuagem virou símbolo dos homens fortes.

Depois elas evoluiram para as marcas dos homens fora da lei, aventureiros... e portanto, pintar definitivamente o próprio corpo tornou-se pouco convidativo à sociedade.

De lá para cá muita coisa mudou, as pessoas passaram a ter menos preconceito, assim como surgiram estilos mais delicados e discretos dessa arte, o que ajudou muito na aceitação social.

No universo feminino podemos dizer até que já virou moda. Aliás, no universo da moda também é moda. Bloggers, modelos e celebridades estão aderindo às tatoos com características ligadas à sensibilidade, palavras que inspiram coragem e amor, e pequenos desenhos, geralmente ligados à liberdade.

Nos anos 80 a moda era tatuar o bumbum, o cóccix e aquele local logo acima da virilha, o que linkava a tatuagem com uma sensualidade nada discreta.

Em 2014, as coisas estão bem mais românticas, e o bacana é tatuar o punho, a nuca ou a lateral do corpo, abaixo da axila, locais onde geralmente se concentra uma sensualidade sutil.

Para quem está pensando em fazer uma tatoo, eu trouxe um mural de inspiração com as opções mais lindas e delicadas da nossa época.





Nenhum comentário:

Postar um comentário