09 julho 2014

Um passeio art déco em South Beach, Miami.

Hello, darlings,
eu tenho falado muito pouco sobre o meu casamento e tudo o que envolve essa nova fase da minha vida, mas não é má vontade não, gente, é que é tudo muito corrido, e a vida por aqui não parou para que eu tirasse verdadeiras férias. Não estou reclamando, na verdade, preciso confessar à vocês que a organização do casamento, do apartamento e da lua de mel foram motivos de muito alegria, e a minha felicidade há meses têm sido plena! Não sei nem como agradecer por tanta coisa boa acontecendo.

Mas, é como meu pai sempre diz: "Lígia, acho que você tem medo de ficar parada".  Meu pai é um homem perceptivo, acho que tenho mesmo medo de ficar parada, e tenho a certeza de que amo tanto o meu trabalho que não quero perder um minuto das novidades fashion dos meus clientes e do mundo.

Todo esse "desabafo", é para dizer que eu vou começar a trazer as notícias do wedding. Como ainda não recebi as fotos oficiais da festa, vou começar pela honeymoon e vou levar todo mundo à um passeio em Miami, que tal?

Eu e o Ênio ficamos hospedados no Four Points by Sheraton, em Miami Beach. O hotel é um luxo! Adoramos o atendimento, a localização e a praia em frente. É um local tranquilo, a água do mar é transparente e a areia bem branquinha.

Mas a parte que eu mais amei em Miami foi South Beach. Se por um lado, Miami Beach tem os hotéis luxuosos, South Beach tem os hotéis boutique com arquitetura art déco e é onde a turma moderninha costuma passear. A cidade respira férias em cores quentes, gente bonita e pouca roupa. Nos hotéis à beira mar, seus restaurantes servem bebidas em taças gigantes, o clima é de festa o dia inteiro.

Nesse distrito, os prédios históricos são bem preservados, e eles tem um centro da arquitetura art déco, o Miami Desiign Preservation League onde se pode contratar tours guiados pelos edifícios mais bacanas da área, com descrição de cada um deles. Para quem gosta de moda, é uma explosão de cores, formas e muita cultura. Além disso, nos arredores do bairro, pequenas galerias de arte se espalham com produtos de pop art que são verdadeiros sonhos de consumo, e o melhor, muitas vezes possuem preços bem acessíveis. Aliás, pasmem! Em Miami, o brasileiro Romero Brito é rei!

Fiz aqui uma seleção das minhas fotos que representam o que eu mais gostei em Miami. Fiquei com aquela sensação de que preciso ir de novo, porque ainda tem muita coisa linda para ver. Espero que vocês curtam esse pedacinho da minha viagem.

Entenda o movimento art déco: 
O movimento artístico nasceu em torno de 1920 na Europa e chegou nos EUA nos anos 30. Esse estilo propunha design decorativo, com linhas retas, cubismo, formas femininas e desenhos de animais. Se dividido ao meio, o design tem um lado exatamente igual ao outro,  a simetria é perfeita e o número 3 é regra.
"Tudo vem em três unidades. É quase um jogo encontrar os três elementos nas fachadas." Cristina Massari em http://oglobo.globo.com/estilo/boa-viagem/miami-distrito-art-deco-revela-vocacao-de-south-beach-para-turismo-3213985#ixzz36saMClHK 
Painéis luminosos também são característicos dos prédios dessa época. Linhas horizontais designam velocidade. Era o futurismo visto aos olhos dos anos 30.








Nenhum comentário:

Postar um comentário