30 março 2017

SPFW: Acessórios poder!


Animale – A super bag com couro de crocodilo vem com amarrações que lembram o espartilho. Fetichismo e austeridade. Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

Seguindo a tendência do empoderamento feminino, os acessórios do SPFW aparecem como verdadeiras declarações de poder.

Nas passarelas de São Paulo o tema em destaque foi a nova mulher que chega com atitude, novos ideais de sucesso e muito poder para vencer todas as batalhas contra o machismo. No desfile de Amir Slama, por exemplo, a mensagem vem clara e objetiva com frases de protesto no corpo das modelos. Em outras marcas, o pensamento vem do gueto e caminha pelo estilo de rua, em modelagens oversized, esportivas e com um pé no vintage, mas sempre passando bem distante da imagem da mulher delicada e comportada. A atitude rocker, transviada, sensual e cheia de brilho aparece nas marcas mais jovens, enquanto a supremacia da mulher elegante, inteligente, que preza pelo conforto e que não tem medo de parecer confiante, aparece nas marcas mais maduras. Em todas elas os acessórios são pontos de exclamação.
Ellus - Inspiração rocker, com atitude de juventude transviada. A moda que vem dos guetos. Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

 Juliana Jabour - Acessório de destaque, inspirado nas corridas de carro. Pegada vintage, mas com atitude powerful. Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite


 Ellus 2nd Floor  - A bota vermelha foi o acessório da temporada, tanto aqui no Brasil como no exterior. Atitude, poder e um toque de fetiche. Foto: Zé Takahashi/Fotosite


 A Niemeyer - A supremacia da mulher elegante e inteligente, conhecedora da arte, trabalhada no minimalismo. Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite


 Osklen -  Brincos longos e poderosos invadiram as passarelas do SPFW, sem medo de aparecer. Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite



Lilly Sarti – Acessórios autoritários, soberanos e influentes, sinalizam essa mulher corajosa e confiante. Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

Nenhum comentário:

Postar um comentário