29 julho 2019

Tendência poderosa: Terninhos marcam território de empoderamento nas coleções de Alta Costura


Pode se preparar para uma tendência poderosa e provocativa: terninhos.
O conjunto de três peças foi o ponto em comum das coleções de Couture (Alta Costura Francesa) e da Alta Moda (Alta Costura Italiana) de inverno 2019.
O modelo clássico que surgiu no guarda-roupa masculino, foi destaque de quase todas as Casas de Costura reforçando a importância da auto-afirmação feminina e das disputas de poder de gênero a qual estamos vivendo.

O terninho têm sido utilizado como uma exclamação nada sutil do empoderamento feminino desde sua primeira aparição, em 1966. Criado por Yves Saint Laurent, o "Le Smoking" foi uma provocação sexual. Numa uma época em que mulheres que usavam calças eram mal vistas e o uso delas em ambientes como hotéis e restaurantes era proibido, Yves Saint Laurent, com a ajuda do fotógrafo Helmut Newton, revolucionou a imagem da mulher que desejava um novo papel na sociedade, com mais poder, individualidade e liberdade.

Não é à toa que as ombreiras ganham extremo destaque nas passarelas, elas são o signo imponente da força de quem carrega um histórico de batalhas nas costas. Mas ao mesmo tempo, a sensualidade feminina se confirma através dos decotes acentuados, das cinturas marcadas e do uso de tecidos delicados ou com brilhos.












Nenhum comentário:

Postar um comentário