12 março 2020

Cintos de corrente estão de volta - e você vai se apaixonar

Quem aí já usou um cinto de corrente na vida? A moda que foi utilizada na década de 1990 logo depois foi condenada pela comunidade fashionista e vista como "brega" (como acontece com toda trend que perde a validade).

Mas como a moda também ama ver a gente queimando a língua (quem foi que não condenou as pochetes? E cá estão elas como símbolo da galera descolada e cool), lá vem a tendência dos cintos de corrente de novo. Pois é!

Acredito que num primeiro momento a novidade causará estranheza, mas assim como os tênis esportivos ganharam o amor daquelas que disseram "não desço do salto", as correntinhas penduradas na cintura, em breve, devem conquistar muitos adeptos.




Mas antes que você se sinta uma vítima da moda, deixa eu te contar: a tendência foi lançada por, nada mais, nada menos, que Chanel, a marca ícone da elegância.

Embora também tenha aparecido em outros desfiles, como no do britânico Alexander McQueen e nas passarelas da marca italiana Valentino, os cintos se consolidaram mesmo sob a visão da estilista da Chanel, Virginie Viard.

Longe de uma pegada sensual, Virginie traz o cinto com várias correntes penduradas e com a logo da maison, é empregada de uma forma delicada e com uma pegada extremamente casual, ou seja, todo mundo consegue usar.

A primeira vez que eles apareceram em destaque foi no desfile passado de ready-to-wear, na edição de primavera/verão (que é a estação na qual estamos entrando, ou seja, é tendência para este momento mesmo). Mas a pegada fashion se repetiu no desfile de inverno (que deve chegar nas lojas no meio do ano) e já se instalou no street style através dos trendsetters (aqueles que ousam ser os primeiro a usar uma tendência).


 No street style a gente consegue ter uma uma visão melhor de como a nova tendência pode ser usada no dia a dia. E pasme, o cinto de correntes pode ter uma pegada bem elegante, permeando, inclusive, o ambiente profissional ou eventos noturnos. Vocês já estão começando a gostar deles?
Se você ainda não se apaixonou, aqui está um mood board com dezesseis imagens, e






Nenhum comentário:

Postar um comentário