17 junho 2020

Saldo de verão 2020 da Zara começa hoje

Quem é cliente assídua da Zara, sabe que a loja tem saldos para ninguém botar defeito! Eu imagino que com o isolamento social causado pela pandemia do Corona Vírus, o saldo deste semestre seja ainda mais interessante, já que a marca deve ter tido uma queda abrupta nas vendas e a coleção promete estar bem encalhada. Bom para nós!
O saldo das lojas do Brasil começam hoje, dia 17, às 20hs, pelo site. E amanhã, dia 18 (quinta-feira), nas lojas físicas.
No site já dá para ver todas as peças que entram na promo já com os valores menores. Os descontos são de 30% a 40%.
Gosto de lembrar que na Zara o saldo tem descontos progressivos... ao longo do tempo as peças vão ficando mais baratas, mas as peças mais interessantes acabam logo, claro!
De toda forma, se uma peça não deu para o seu bolso agora, espera um pouquinho e pesquisa de novo, que pode ser que ela ainda esteja lá com um preço muito mais baixo.

Fiz aqui uma seleção das peças do saldo que chamaram a minha atenção.
Entre as tendências que ainda estão chegando, estão:
1. Mangas bufantes
2. Conjuntinhos
3. Ombreiras
4. Trabalhos manuais (ou que parecem, né?), como bordados, rendas, bicos, richelieu e guipirs.





15 junho 2020

O "New Look" e o consumo pós-pandemia





Embora uma Guerra Mundial não possa ser equiparada à pandemia que vivemos hoje, o “New Look” de Christian Dior, criado no pós-guerra, pode falar muito do que podemos esperar quando o mundo começar a voltar ao normal.
.
Em fevereiro de 1947 a nova coleção de Alta Costura de Christian Dior causou fervor. Fazia 2 anos que a II Guerra Mundial havia terminado e a Europa ainda estava se recuperando economicamente.
.
Nas ruas, o estilo utilitário dominava. As roupas priorizavam o conforto e a praticidade, sendo produzidas com pouco tecido e muitos bolsos.
.
A coleção Corolle lançada por Dior rompeu completamente com esse padrão trazendo uma saia extremamente volumosa, ombros caídos e cintura marcada por espartilho, revisitando o estilo vitoriano do séc. XIV.
.
A nova silhueta trazia de volta o otimismo, o glamour e o romantismo.  Exibiu o desejo das pessoas em consumir uma moda mais alegre e mais sofisticada, tentando deixar no passado os tempos de sofrimento e recessão. O sucesso da nova proposta fincou o estilo por toda a década de 1950 em praticamente todo o ocidente.



Frase de Moda: a própria beleza


09 junho 2020

En Couleurs: loja francesa marca a volta às compras com explosão de cores alegres e otimismo


Numa onda de otimismo em contraste aos tristes dias de isolamento social vivido pelo mundo por conta da pandemia instalada pelo coronavírus, a loja francesa Le Bon Marché Rive Gauche lançou a exposição "En Couleurs" com um vitrinismo marcado por cores vivas e design moderno.

A Le Bon Marché Rive Gauche foi a primeira loja de departamentos do mundo. Inaugurada em 1852 em Paris, por iniciativa de Aristide Boucicaut e sua esposa Marguerite. Ambos eram a favor de "um novo tipo de loja que emocionaria todos os sentidos".

Seguindo seu propósito, a loja convida os seus clientes a verem uma vida mais colorida com uma explosão de nuances alegres de verão (no hemisfério norte o verão se inicia no dia 21 de junho). 

Conheça mais a loja no instagram oficial @lebonmarcherivegauche.




Além de adesivar escadas rolantes e outros espaços comuns, a exposição conta também com o vitrinismo das marcas convidando-as a explorar produtos com paleta em tons vibrantes como o pink, o amarelo e o verde limão.





03 junho 2020

Vitrinismo: Louis Vuitton espalha arco-íris pelo mundo


Vitrine da loja Champs-Élysées, em Paris


Com uma visão otimista e delicada, a marca francesa Louis Vuitton espalhou arco-íris pelos mundo com o seu "The Rainbow Project" (O Projeto Arco-íris).
Funcionários e seus filhos foram convidados a desenhar as suas versões de arco-íris e essas imagens foram parar nas lojas de todos os continentes em formato de adesivos gigantes aplicados às vidraças das vitrines ou em telas animadas. Esse é novo vitrinismo da Louis Vuitton: "um símbolo de esperança e de embarque em uma nova aventura após a tempestade", de acordo com a assessoria de imprensa da marca.
Em cada cidade foram utilizados os desenhos produzidos nessas localidades, o que significa que em cada loja os desenhos são diferentes. O que une todas as imagens é a forma colorida dos arco-íris.


VITRINISMO ARTÍSTICO
Desde o início dos anos 2000 a Louis Vuitton assumiu esse envolvimento com a arte e a arquitetura nas suas lojas como característica essencial do seu branding. Os propósitos da marca são:
1. Transformar esplendidamente a experiência do consumidor e compartilhar a paixão da marca por belos objetos;
2. Levar aos espaços públicos vivências extraordinárias e uma nova dimensão através do vitrinismo.

Olha só como ficaram as vitrines das principais lojas:

Painel luminoso na principal loja da marca, situada na Av. Champs-Élysées, em Paris 




Frankfurt



Madri

Milão


Roma

Suiça

Vienna